Colégio Miguel de Cervantes

Voltar | Home / Cases / Colégio Miguel de Cervantes

Em 2014, acr arquitetura ganhou o concurso de ideias que o colégio Miguel de Cervantes promoveu para escolher um escritório de arquitetura que conduzisse seu ambicioso projeto de ampliação.

Com um lote urbano de aproximadamente 60 mil m2 e densamente arborizado, no bairro do Morumbi, em São Paulo, além de ampliar, a instituição precisava resolver alguns problemas de fluxo e gargalos de operação.

MCS_ARQ-EP-R02_02_05_alta_33

Fomos então desafiados com o seguinte briefing:

Projetar um novo edifício de salas de aula para o ensino médio.

Ampliar o refeitório que estava em seu limite e não atenderia ao crescimento de alunos.

Ampliar o numero de vagas de estacionamento e os locais de embarque e desembarque de alunos.

Criar piscinas cobertas para crianças e adolescentes.

E por ultimo, agilizar o cadastramento de veículos nos horários de pico.

Propomos um edifício de salas de aula que também abrigasse o refeitório, as oficinas de manutenção e a área de apoio de funcionários e infra estrutura, bem no centro do lote, na ultima área não construída e não arborizada do lote.

X1

Um dos grandes diferenciais do projeto foi abaixar a cota do sistema viário, separando veículos e alunos.

Nas perspectivas abaixo é possível ver o estacionamento que foi criado sob o campo esportivo, com mais de 200 vagas e mais bolsões de embarque e desembarque de alunos, sempre por faixa etária.

 

View-0_1 View-0_2

O conceito do projeto se norteou na cultura espanhola e na formação de pessoas felizes e responsáveis, que possam ser agentes de transformação social, atualizadas e sensíveis aos avanços científicos e as mudanças ecológicas, valores do próprio colégio. O projeto é então 100% acessível, coleta aguas pluviais e energia solar para seu uso e integra cada edifício com espaços generosos de uso comum.

Os conceitos de sustentabilidade estão presentes também em detalhes como a ventilação e iluminação naturais da garagem, uma vez que ela é semi enterrada. No emprego de materiais duráveis e de qualidade como a pele de vidro de baixa absorção de calor e com persianas embutidas, promovendo economia do ar condicionado e da iluminação.

X2

X7

O edifício das piscinas é uma estrutura metálica vedada com vidro fosco e de termo acústico que, durante o dia, não requer o uso de iluminação artificial e tem a luz natural filtrada pelos vidros em seu interior. Durante a noite a iluminação interna atravessa a pele de vidro e transforma o edifício e uma imensa lanterna, que visto a longa distancia promete se tornar o ícone do colégio.

X6

X5


Cliente: Colégio Miguel de Cervantes

Projeto: Masterplan

Local: São Paulo – SP

Área: 18.000,00m²

Ano: 2016

Top